CONSTRUTORA (Ra Gomes Pacheco) PDF Imprimir E-mail
Escrito por Bartho   
Sex, 27 de Dezembro de 2013 16:07
VOCÊ É O VISITANTE NÚMERO: contador grátis DESSE ARTIGO. OBRIGADO.
IMPORTANTES INFORMAÇÕES AO FINAL DA PÁGINA

 

CARTA ABAIXO FOI ENVIADA PARA IMOBILIÁRIA NOVA CASA EM VEZ DE CONSTRUTORA RA GOMES PACHECO

STATUS: SEM RESPOSTA

 

1º contato

feliz ano novo

À imobiliária Nova Casa – Rua Alberto Santos Dumont, 86 – Jd. Guilhermina – Praia Grande – SP – Fone: (13) 3591-7770

A/C Responsáveis / Sr. Engenheiro Responsável pela obra – fundações para futura construção de um edifício na Rua Guiana Francesa esquina com Rua Santos Dumont – Jardim Guilhermina – Praia Grande - SP.

Venho por meio desta, expor aos senhores (haja vista que sua obra está parada desde a semana do natal e não encontrei o Sr. Valmir – funcionário com quem mantive alguns contatos) que em decorrência de sua construção – a qual muito estimo e prezo para que seja muito bem sucedida e possa lhe render bons frutos – infelizmente, além das anotações efetuadas pelo Sr. Engenheiro responsável quando de sua visita para vistoriar meu imóvel na 1ª quinzena de Novembro, “já com um bom andamento de sua obra”, novos problemas surgiram em decorrência do seu trabalho. Ele possui fotos e anotações da ocasião, das quais eu não possuo cópias ainda.

O bom andamento de sua obra está ocasionando novas rachaduras em minha casa, além das já relacionadas pelo seu Engenheiro Responsável. Além do mais, o Sr. Engenheiro disse que o muro seria demolido, mas pude observar que um 2º muro está sendo construído em seu espaço e que o 1º muro, também pertencente à sua área de terreno, (este comprometido em vários locais com rachaduras decorrentes da demolição inicial) parece que irá permanecer no local.

Ocorre ainda que devido às intervenções iniciais de sua obra um dos canos de água de minha casa foi desativado (ele tem ramais com a edícula que não é habitada).

Além disso, as fortes pancadas na base de construção dos pilares e alicerces deste 1º muro ocasionaram outros problemas como novas rachaduras, desalinhamento da varanda da minha casa e do portão da mesma, desativação do sistema de esgotos, desativação do sistema de eliminação de água da chuva e da água acumulada no corredor e ainda a desativação do sistema de água da casa principal.

Como a minha casa é uma construção antiga existe a possibilidade de que alguns canos sejam ainda de ferro, bem como as tubulações de esgoto que podem ser de “manilhas” (largos tubos de cerâmica utilizados no passado como canos de esgoto). Mas, isso é apenas uma suposição.

O “pior” e “mais urgente” e “perigoso” é que pode estar se formando um “piscinão” de água limpa e suja por baixo de minha residência o que poderá ocasionar um grave acidente financeiro, além de na pior das hipóteses ocasionar o desmoronamento do meu imóvel em decorrência dos fatos expostos.

Sendo assim solicito a gentileza de uma posição de responsabilidade profissional dos senhores (caso essa responsabilidade exista), haja vista que tais problemas nunca ocorreram no meu imóvel, mesmo tendo a consciência de estar habitando um imóvel de construção antiga.

Lembro ainda que meu consumo médio mensal com água é de 13m³ e que do dia 09/12/13 até o dia 28/12/13 este consumo está registrado em 31m³ o que vai representar até a próxima leitura (considerando que agora o registro da água só é aberto quando a caixa se esvazia) 51m³ e isso representa 38m³ gastos a mais em apenas um mês o que poderá ainda representar uma conta de água no valor aproximado de R$ 155,04 x 2 (porque pago também o esgoto) será igual a R$ 310,08 aproximadamente. Convém lembrar ainda que minha conta mensal vem no valor médio de R$ 58,00 (nas temporadas) e no restante do ano o valor é de R$ 30,00. * Isso é apenas para ilustrar o fato.

Todo esse cálculo foi para mostrar que houve o consumo inadequado por causa dos canos quebrados por baixo de minha residência em decorrência dos vazamentos.

OBS: Cabe ressaltar aqui que no dia 28/12/13 precisei contratar os serviços profissionais de um “caça-vazamentos” que descobriu onde estavam os vazamentos e ainda precisei consertar os mesmos.

Lembro ainda que tais canos ficam embaixo do corredor e no muro da minha residência, mas “ladeiam” o muro que foi trabalhado pelos senhores para que o “concretamento do piso” e o “levantamento do novo muro”, na sua obra, fossem possíveis.

Agradeço a gentileza de uma posição. Tenham um excelente 2014 com grandes e maiores realizações.

Raimundo Bartho – MTB 60.644/SP – 13-3491.2774 / 13-9-8159.3780 – Rua Guiana Francesa, 236

*Documento público hospedado: http://goo.gl/M8UdzH

AGRADEÇO DE CORAÇÃO A TODOS QUE PUDERAM EXPOR SUAS OPINIÕES NESSA PUBLICAÇÃO. AVISO AINDA QUE PODERÃO ACOMPANHAR O ANDAMENTO AQUI MESMO. ABAIXO, IMAGENS DO COMPROVANTE DE POSTAGEM E DO AVISO DE RECEBIMENTO.


* Como podem perceber o documento foi postado no dia 02/01/14 e custou R$ 6,80. No dia 03/01/14 houve uma tentativa de entrega às 17h35 e finalmente no dia 06/01/14 foi recebido pelo Sr. Carlos Eduardo Saboya.

comprovante de postagem

AR lado 1 AR lado 2

_______________________________________________________________

Escrito por Bartho
Seg, 10 de Junho de 2014 14:08

 

CARTA ABAIXO FOI ENVIADA PARA IMOBILIÁRIA NOVA CASA EM VEZ DE CONSTRUTORA RA GOMES PACHECO

STATUS: LIGUEI PARA A IMOBILIÁRIA E ME DISSERAM QUE A OBRA É DE RESPONSABILIDADE DA CONSTRUTORA RA GOMES PACHECO

2º contato

Praia Grande, 09 de Junho de 2014.

Mais uma vez me dirijo aos senhores com o intuito de alertar sobre alguns inconvenientes (totalmente reparáveis e de fácil entendimento) que o trabalho de construção de sua obra (prédio residencial na Av. Santos Dumont x Rua Guiana Francesa) vem causando ao meu imóvel localizado na Rua Guiana Francesa, 236 (vizinho da obra em questão).

Digo “mais uma vez” porque em Janeiro deste ano já enviei uma correspondência (que seria o 1º contato) – a qual não foi respondida e nem “atendida” – imagino que devido às atribulações que a construção de um prédio por causar aos seus empreendedores. Mas, não tem problema porque a mesma também foi postada como um “Documento Público Hospedado” cujos detalhes podem ser vistos “publicamente” na internet no seguinte endereço: http://goo.gl/IPWZFq onde (na época) eu relatei sobre rachaduras, desnivelamento de solo e quebra de canos de água causados durante a demolição e também no início da construção pelas fortes pancadas iniciais de estruturação da obra. Mas o bom andamento do seu projeto não poderá ocorrer em detrimento ou prejuízos de outrem.

Fotos com detalhes desde a averiguação dos mesmos podem ser vistas no seguinte endereço da web: http://goo.gl/IPWZFq

Porém nesse 2º contato (além de reafirmar o que foi relatado no 1º contato – com um pouco mais de prejuízos devido ao tempo que se passou) tenho o objetivo de pedir gentilmente que orientem seus funcionários para que não deixem que tanta sujeira caia no meu quintal, no telhado e nos beirais por onde as águas são escoadas. É possível encontrar (quase que diariamente) embalagens plásticas de pregos, parafusos, pregos em si, pedaços de madeira e detritos das mesmas oriundas do corte (serragem). Além do mais os senhores ainda não se adaptaram (como ocorre em outras obras) ao sistema de “bandejões e tela” que previnem contra 2 problemas distintos e “parceiros”: queda de pessoas e queda de material. E também faz parte das normas de segurança do trabalho na Construção Civil. Isso poderá ser observado nos links abaixo:

http://www.dieese.org.br/projetos/informalidade/cartilhaCuritiba.pdf

http://engenharia.anhembi.br/tcc-08/civil-08.pdf

Outro problema comum e muito prejudicial são os “respingos” de cimento sobre o quintal e sobre os meus carros. Além do mais, tal material parece ser de “secagem rápida” o que tem colaborado para a deterioração da pintura dos mesmos.

Isso já vem acontecendo há algum tempo e sempre faço questão de lavar os carros e o quintal enquanto seus funcionários estão trabalhando para que eles percebam que estão fazendo algo que me é prejudicial. Como não houve até hoje uma reparação e nem mesmo uma tomada de medida sensata (haja vista que algumas pessoas só trabalham sob comando) passei a imaginar que eles fazem isso porque seguem as ordens de alguém (ou seja, trabalham sob o comando de alguém e esse “alguém” não tem capacidade profissional suficiente para liderar pessoas que precisam ser “comandadas”).

Porém essa falta de capacidade não se aplica ao bom andamento da obra e simplesmente aos transtornos causados por ela. No caso, tais funcionários não conseguem “perceber” que o bom andamento dos seus serviços causam prejuízos a mim (e talvez a outrem) porque estão sendo comandados por alguém que também não é capaz de perceber.

Tentei contato telefônico no dia 09/06/14 no número 3491-4268 para solicitar a presença de algum responsável pela imobiliária Nova Casa que pudesse comprovar o que estou citando aqui, mas como não foi possível deixei alguns recados na rede social Facebook, em páginas que “suponho“ pertencer aos senhores e na mesma postei algumas fotos pertinentes a este relato.

Aguardo um contato para esclarecermos isso. Obrigado e bom trabalho a todos.

13-3491-2774 (res)

13-9-8159-3780 (tim)

Documento público hospedado em: http://goo.gl/IPWZFq

AGRADEÇO DE CORAÇÃO A TODOS QUE PUDERAM EXPOR SUAS OPINIÕES NESSA PUBLICAÇÃO. AVISO AINDA QUE PODERÃO ACOMPANHAR O ANDAMENTO AQUI MESMO. ABAIXO, IMAGENS DO COMPROVANTE DE POSTAGEM E DO AVISO DE RECEBIMENTO.


* Como podem perceber o documento foi postado no dia 10/06/14 e custou R$ 7,25. No dia 12/06/14 foi recebido pelo Sr. Leonardo.

comprovante de postagem rastreamento - entrega confirmadaAR LADO 1 AR LADO 2

 

O que diz o CREA? Responsabilidade Civil – danos a terceiros

4 - Responsabilidade por danos a terceiros: é muito comum na construção civil a constatação de danos a vizinhos, em virtude da vibração de estaqueamentos, fundações, quedas de materiais e outros. Os danos resultantes desses incidentes devem ser reparados, pois cabe ao profissional tomar todas as providências necessárias para que seja preservada a segurança, a saúde e o sossego de terceiros. Cumpre destacar que os prejuízos causados são de responsabilidade do profissional e do proprietário, solidariamente, podendo o lesado acionar tanto um como o outro. A responsabilidade estende-se, também, solidariamente, ao sub-empreiteiro, naquilo em que for autor ou co-autor da lesão.

* O construtor não se exime ao dever de analisar o solo, para saber se este poderá receber uma construção, pois a função do mesmo é ser técnico, analisando todas as formas legais e formais para que aquela obra tenha garantida sua solidez e segurança.

DA RESPONSABILIDADE EXTRACONTRATUAL

* O construtor tem responsabilidade não só perante o dono da obra, mas também, em relação a terceiros que eventualmente venham sofrer algum dano pelo fato da obra (quedas de matérias, rachaduras, desabamento...). Diz-se extracontratual por não haver relação jurídica precedente entre o construtor e os terceiros eventualmente prejudicados.

* A responsabilidade do construtor não afasta a do dono da obra, ou seja, o dono da obra responde solidariamente (como base servem os artigos 1.299 e 937, ambos do CC), apesar de haver quem sustente que o responsável pelos danos da construção a terceiros (não vizinhos) é do construtor (Hely Lopes Meireles). Entende-se não fazer muito sentido – como o terceiro se preocupar com a relação entre o construtor e o dono da obra – assim, ambos devem responder pelos danos que o fato da construção causar a terceiros; o construtor com base no art. 618 cc parágrafo único do art. 927, CC e o proprietário com fundamento no art. 937, CC. Se for o caso, com base no contrato, o dono da obra que mova uma ação regressiva contra o construtor.

* O STF já se pronunciou em reconhecer a responsabilidade solidária do construtor e do proprietário e de dispensar a prova de culpa pelo evento danoso a terceiro.

* Assim, o prejudicado poderá mover a ação de ressarcimento contra qualquer deles ou contra ambos, sem ter que demonstrar quem foi o responsável pelo defeito de construção do prédio.

* O incorporador tem a obrigação de entregar o prédio de acordo com o projeto de construção e o memorial descritivo (art. 32, d, e g, da lei 4.591/64 – bem como art. 43, II e IV). Assim, a responsabilidade do incorporador decorre da própria lei. Ele assume obrigação de fazer; dessa forma não pode escusar-se da responsabilidade dizendo-se mero intermediário.

DA SEGURANÇA (NBR 6494)

3.2.4 Nos andaimes suspensos, o vão entre o guarda-corpo e o rodapé deve ser fechado, inclusive nas cabeceiras, com tela ou qualquer outro material equivalente.

3.2.4.1 Além do fechamento entre o guarda-corpo e o piso, deve ser colocada tela ao longo de toda a periferia externa, para prevenir queda de objetos. A tela utilizada não deve ter malha maior que 25 mm

3.3.8 Deve haver a proteção com tela dos andaimes, para aparar a queda eventual de materiais, bem como com plataforma de proteção na altura do primeiro pé-direito.

Abaixo as "foto-relato" desde que os problemas começaram a surgir em decorrência do empreendimento:


imagens do dia 19/11/2013

acentuação de rachaduras existentes, novas rachaduras e afundamento de solo com desnível visível na varanda

STATUS: REPAROS SERÃO EFETUADOS QUANDO A OBRA ESTIVER SENDO FINALIZADA

foto relato foto relato foto relato

foto relato foto relato foto relato

foto relato foto relato foto relato

foto relato foto relato foto relato

foto relato

imagens do dia 14/12/2013

surgem rachaduras no piso da varanda, acentuação da rachadura no muro aos fundos próximo da edícula

STATUS: REPAROS SERÃO EFETUADOS QUANDO A OBRA ESTIVER SENDO FINALIZADA

foto relato foto relato

foto relato foto relato foto relato

foto relato foto relato foto relato

imagens do dia 24/12/2013

visão panorâmica do muro que está sendo construído ao lado, as fortes pancadas nas fundações do mesmo provocaram o rompimento de canos de água que passam próximo, vários vazamentos em decorrência disso,  alto consumo de água, afundamento de solo com desnível visível na varanda

STATUS: A CONSTRUTORA RA GOMES PACHECO EFETUOU REPASSE DE VALORES CONSIDERADOS COMO EXCESSO DE CONSUMO NA CONTA DE ÁGUA

foto relato foto relato foto relato

foto relato foto relato foto relato

foto relato foto relato foto relato

foto relato foto relato foto relato

foto relato foto relato foto relato

imagens do dia 27/12/2013

afundamento do piso da garagem próximo ao cavalete de água, água suja durante um certo tempo, indícios de vazamento de água, serviço de "caça-vazamentos" detecta os vazamentos e os reparos são feitos, correspondência (1º contato) para imobiliária Nova Casa

STATUS: REPARADO POR MIM. A CARTA DEVERIA TER SIDO ENCAMINHADA PARA A CONSTRUTORA RA GOMES PACHECO

foto relato foto relato foto relato

foto relato foto relato foto relato

imagens do dia 28/12/2013

canos de água quebrados em ramais externos próximos da dia da cozinha e da edícula no corredor, reparos feitos

STATUS: REPARADO POR MIM

foto relato foto relato foto relato

foto relato

imagens do dia 09/03/2014

novo vazamento detectado na varanda, reparo efetuado

STATUS: REPARADO POR MIM

foto relato foto relato foto relato

foto relato foto relato foto relato

foto relato foto relato

imagens do dia 10/03/2014

vazamento continua e o reparo precisa ser refeito

STATUS: REPARADO POR MIM

foto relato foto relato foto relato foto relato

imagens do dia 09/06/2014

carros cobertos por respingos de cimento

STATUS: A CONSTRUTORA RA GOMES PACHECO COMPROU CAPAS DE PROTEÇÃO PARA OS CARROS E PAGOU PELO SERVIÇO DE POLIMENTO E CRISTALIZAÇÃO

foto relato foto relato foto relato

foto relato foto relato

imagens do dia 15/06/2014

carros cobertos por pó de madeira

STATUS: A CONSTRUTORA RA GOMES PACHECO COMPROU CAPAS DE PROTEÇÃO PARA OS CARROS

foto relato foto relato foto relato

foto relato

imagens do dia 18/06/2014

restos de embalagens de produtos de uso em obras

STATUS: QUEDAS CONTÍNUAS

foto relato foto relato foto relato

foto relato

imagens do dia 19/06/2014

pedaços de madeira e serragem sobre os carros

STATUS: A CONSTRUTORA RA GOMES PACHECO COMPROU CAPAS DE PROTEÇÃO PARA OS CARROS

foto relato foto relato foto relato

foto relato foto relato foto relato

foto relato foto relato

imagens do dia 18/07/2014

carros protegidos por capas em dias de concretagem / carta fraudulenta

STATUS: APENAS UMA INFORMAÇÃO A MAIS (CARTA E ENVOLOPE ABAIXO). RA GOMES PACHECO RESPONDEU E DE PRONTO ENVIOU CAPAS PARA PROTEGER OS CARROS

suposta correspondência enviada pela imobiliária nova casa suposta correspondência enviada pela imobiliária nova casa

carta

carros protegidos carros protegidos carros protegidos


IMPORTANTES INFORMAÇÕES

 

Como todos sabem, desde o final de 2013 venho mantendo contatos com a Imobiliária Nova Casa para tratar de assuntos referentes aos prejuízos que vem sendo causados ao meu imóvel e aos meus bens durante esse período (até o momento 7 meses). Por um "acaso do destino" há poucos dias entrei em contato por telefone com a mesma para saber se haviam destinado minhas correspondências ao responsável pela obra - como podem observar, eu publiquei acima uma correspondência que foi deixada no meu portão em Outubro de 2013 (na mesma a data está errada, pois o ano está como 2012) e isso me fazia crer ser esta imobiliária responsável pelo empreendimento.

Nesse contato, a pessoa da imobiliária que me atendeu disse que a responsável pela construção do referido prédio é a RA Gomes Pacheco. Então localizei a mesma e comecei do "zero" novamente.

Nesse intervalo recebi a visita dos técnicos da Defesa Civil de Praia Grande que vistoriaram toda a minha casa e constaram meus questionamentos e também fotografaram os detalhes.

Ao contrário do que eu pensava (ou seja, que ia "tomar" mais 7 meses de canseira) fui prontamente atendido pela RA Gomes Pacheco e recebi retorno deles muito rápido. Desde então venho mantendo contatos de forma constante. Já recebi a visita do Sr. João Paulo (o mesmo engenheiro que esteve aqui logo após o início das obras). Ele fez uma nova vistoria e constatou o que venho pleiteando.

Além dele fui contatado ainda pelo Sr. Thiago e também pelo Sr. Henrique que combinaram comigo que comprariam e me enviariam as capas para proteção dos meus carros e também combinamos que sempre me avisariam quando das "concretagens" porque os carros não podem ficar cobertos por mais de 6 dias (em cidades quentes como Praia Grande isso faz com que vapores d'água se acumulem entre a capa e a lataria provocando o aparecimento de manchas brancas na lataria). Ficou combinado também que devo procurar empresas que façam polimento e "cristalização" e devo ainda enviar as notas fiscais desses gastos para eles para que procedam o devido reembolso. Além disso ainda sugeriram uma empresa de confiança deles para proceder o serviço.

Sendo assim, tudo o que está acima (e que faz menção a Imobiliária Nova Casa) como a transcrição de correspondências enviadas, os AR's assinados e os comprovantes de postagens e rastreamento dizem respeito somente ao tempo que perdi tentando contactar os verdadeiros responsáveis pela obra.


OBS:


- o polimento é para retirar os pedaços de cimento (respingos de concreto) que estão presos na lataria e "mascarar" as lesões na pintura porque o cimento é abrasivo/corrosivo;

- a cristalização é algo parecido com uma "impermeabilização" que é feita depois do polimento ou da enceração e que protege melhor a lataria do carro - também é indicada para carros que ficam cobertos com capas protetoras porque a formação de vapores d'água não permitirão o surgimento de manchas brancas;

Convém ainda ressaltar aqui que estamos no começo das negociações. Também já falamos sobre os vazamentos provocados pelos rompimentos nos canos de água que estão "soterrados" junto ao muro da minha casa (muro este que faz divisa com a referida obra) e dos gastos que venho tendo com serviços de caça-vazamentos, alto consumo de água e reparos hidráulicos; Falamos ainda sobre os "afundamentos" de piso no corredor e na garagem e das infiltrações na edícula (próximas da divisa com a obra).

PS: No momento o relógio de água gira mesmo quando o registro está fechado e isso é o indício de novo vazamento subterrâneo. Digo "subterrâneo" porque já verifiquei torneiras, caixas d'água, etc. e está tudo normal.

Ontem (17/07/14) o Sr. Leonardo (que se apresentou como funcionário da RA Gomes Pacheco) veio até aqui e me entregou as capas protetoras para os carros (fotos publicadas acima) e também se prontificou para me ajudar a cobrir os carros.


DÚVIDA/ESCLARECIMENTO:

 

O Sr. Henrique me afirmou que a Imobiliária Nova Casa não tem nada a ver com a construção dessa obra - sendo mera intermediária na venda das unidades residenciais, como outras tantas - e que é bem provável que o exposto acima seja algo "fraudulento". Os dizeres na carta me faziam crer que qualquer coisa que fosse relacionada com a obra deveria ser tratada com eles (veja acima as fotos do envelope e da carta que recebi no final do ano passado); Mas, se ele disse que é fraude eu (que não tenho como saber disso) devo acatar.

O mesmo ainda disse que qualquer coisa deverá ser tratada diretamente com a RA Gomes Pacheco.


EXEMPLO:


Para que os senhores, que acompanham esse caso, tenham uma ideia de quanto os respingos de concreto são prejudiciais posto abaixo fotos da casinha do meu cachorro que fica no corredor externo da minha casa. Isso fica afastado do muro que faz divisa com a obra por pelo menos 1,40 m. Tirem suas conclusões.

casinha do cachorro casinha do cachorro casinha do cachorro

imagens do dia 02/08/2014

Corredor muito sujo, inclusive devido a queda destes perigosos pontaletes de madeira. Carros sujos de restos de serragem do madeiramento da obra, pó de cimento e poeira (tudo isso vem com o vento em virtude de o ambiente de trabalho não ser devidamente limpo). Cabe ressaltar aqui que o vento traz sujeira da rua também. Fotos da visualização da construção - em divisa com o meu imóvel - para provar que ainda não há bandejas e nem redes de proteção (que poderiam amenizar tais problemas).

STATUS: QUEDAS CONTÍNUAS, MAS A CONSTRUTORA RA GOMES PACHECO ENVIOU CAPAS PARA PROTEGER OS CARROS

foto relato foto relato foto relato

foto relato foto relato foto relato

foto relato foto relato

imagens do dia 05/08/2014

Apenas 3 dias depois o corredor está novamente cheio de detritos da obra, um pedaço de tábua parecido com o utilizado na obra também foi encontrado. Ressalte-se aqui também que houve ventania no dia anterior.

STATUS: QUEDAS CONTÍNUAS

foto relato foto relato foto relato

foto relato


IMPORTANTES INFORMAÇÕES:

 

06/08/2014

Neste período os contatos com a Construtora RA Gomes Pacheco avançaram. Foi-me pedido que enviasse comprovantes de gastos com o profissional "caça-vazamentos" bem como as contas de água que pudessem comprovar algum gasto excessivo no período. Tudo foi devidamente enviado e (sem qualquer demora) e ainda com muita presteza e ainda tendo sido os mesmos submetidos a uma avaliação do departamento financeiro desta construtora, chegou-se à conclusão de que eu deveria ser ressarcido. O Sr. Henrique Batista Thadeu pediu ainda que eu enviasse um número de conta bancária para a efetivação do depósito. O valor bem como o comprovante e um recibo simples (emitido por mim) serão enviados para a construtora e postados aqui assim que a transação for efetivada.

Sobre o serviço de polimento e cristalização dos veículos ficou acertado que deverei levá-los num local de minha confiança para a realização dos serviços e as Notas Fiscais deverão ser enviadas para a construtora para o devido ressarcimento.

Sobre o afundamento do piso na garagem conversamos "por alto", mas iniciou-se um breve entendimento que deverá ser melhor aprimorado em breve.

Sobre as rachaduras no corredor, estas deverão ser solucionadas já com a obra bastante avançada uma vez que neste estágio da obra novas rachaduras poderão aparecer, o que é bastante comum quando somos vizinhos de um empreendimento tão grandioso.

Por enquanto é só amigos.

 

imagens do dia 07/08/2014

Pedaço de madeira com pregos nas duas pontas que caiu no quintal da minha casa, em noite de ventania, porque estava acondicionada em local inapropriado ou mau colocada

STATUS: QUEDAS CONTÍNUAS

pedaço de madeira com pregos pedaço de madeira com pregos pedaço de madeira com pregos

pedaço de madeira com pregos

 

IMPORTANTES INFORMAÇÕES:

 

12/08/2014

STATUS: VIDE ANOTAÇÕES ABAIXO

Boa tarde amigos.

Neste curto espaço de tempo os contatos não cessaram. Conforme publicado na postagem anterior divulgo abaixo os valores até o momento ressarcidos a mim pela Construtora RA Gomes Pacheco. Eles se referem a:

- Gastos com serviço de caça-vazamentos R$ 320,00

- Polimento e cristalização do veículo Chrysler Stratus R$ 200,00

- Polimento e cristalização do veículo VW Gol R$ 200,00 (serviço ainda não realizado, mas agendado)

- Reembolso de gastos excessivos de água R$ 220,50

TOTAL RESSARCIDO R$ 940,50

Abaixo o comprovante da transferência bancária via Banco Bradesco:

 

comprovante de transfêrencia

 

Abaixo o recibo que foi enviado para eles:

 

recibo

 

Comunico ainda que ficou acertado que os profissionais da Construtora RA Gomes Pacheco estarão aqui em casa (em ocasião oportuna e própria para ambos) para verificação e conserto dos vazamentos que, por ventura, tiverem sido causados por ocasião da obra em epígrafe.

 

imagens do dia 14/08/2014

Carro coberto por pedras de concreto (pedregulhos, restos de cortes e acertos da construção não recolhidos e acondicionados em local apropriado) lançados para o meu quintal em noite com ventania

STATUS: SEM RESPOSTA

carro coberto por pedras de concreto carro coberto por pedaços de concreto

 

imagens do dia 15/08/2014

Após a ventania dos dias anteriores o quintal ficou cheio de detritos (pedregulhos de concreto, serragem resultante do corte de madeiras e pó de cimento)

STATUS: A CONSTRUTORA RA GOMES PACHECO COMPROU CAPAS PARA PROTEGER OS CARROS

detritos no quintal detritos no quintal detritos no quintal

imagens do dia 20/11/2014

Queda de tábua ocasioando a quebra de varias telhas da casa principal.

STATUS: EFETUADO O REPARO

queda de material queda de material queda de material

queda de material queda de material queda de material

imagens do dia 23/12/2014

Infiltração ocasionada por telhas quebradas.

STATUS: EFETUADO O REPARO

infiltração infiltração infiltração

imagens do dia 26/12/2014

Queda de material.

STATUS: QUEDAS CONTÍNUAS

queda de material queda de material queda de material

imagens do dia 14/01/2015

Queda de embalagem.

STATUS: QUEDAS CONTÍNUAS

queda de embalagem queda de embalagem

imagens do dia 13/02/2015

Queda de pedaço de concreto.

STATUS: EFETUADO O REPARO

queda de pedaço de concreto queda de pedaço de concreto queda de pedaço de concreto

queda de pedaço de concreto queda de pedaço de concreto queda de pedaço de concreto

imagens do dia 29/03/2015

Queda de dejetos, infiltração na edícula, telas de proteção deterioradas, madeiramento da edícula apodrecendo, telhas da garagem quebradas.

STATUS: ENCARREGADO DA OBRA DISSE QUE FEZ REPAROS NA PAREDE (WC) DO LADO DA OBRA, MAS A UMIDADE CONTINUA

umidade na edícula umidade na edícula dejetos

telas de proteção gastas queda de material queda de material

telas de proteção caindo telas de proteção deterioradas madeiramento da edícula apodrecendo

umidade na edícula madeiramento da edícula apodrecendo madeiramento da edícula apodrecendo

madeiramento da edícula apodrecendo umidade na edícula umidade na edícula

telhado da garagem quebrado pela queda de material telhado da garagem quebrado pela queda de material telas de proteção caindo

imagens do dia 01/05/2015

Telhado da garagem quebrado pela queda de material.

STATUS: SEM RESPOSTA

telhado da garagem telhado da garagem

imagens do dia 09/05/2015

Queda de material, resto de embalagem, telhas quebradas, beiral com acúmulo de detritos, umidade na edícula, madeiramento da edícula deteriorando.

STATUS: MATERIAL RECOLHIDO E REPARO DAS TELHAS EFETUADO, MAS INFILTRAÇÃO PERSISTE

queda de material resto de embalagem embalagem

queda de material queda de material queda de material

resto de embalagens detritos embalagem presa no beiral

telas de proteção caindo umidade na edícula umidade na edícula

umidade na edícula umidade na edícula madeiramento da edícula deteriorando

madeiramento da edícula deteriorando madeiramento da edícula deteriorando

imagens do dia 03/06/2015

Queda de material sobre o tanquinho que era usado para armazenar água da chuva.

STATUS: O TANQUINHO FOI RETIRADO E SUBSTITUÍDO POR UM GALÃO GRANDE DE PLÁSTICO

pedaço de concreto atingiu tanquinho pedaço de concreto atingiu tanquinho pedaço de concreto atingiu tanquinho

pedaço de concreto atingiu tanquinho

imagens do dia 14/06/2015

Telhas quebras, detritos no beiral, .resto de embalagens sobre o telhado.

STATUS: AS TELHAS QUEBRADAS FORAM TROCADAS, MAS COLOCADAS DE FORMA ERRADA.

telhas quebradas capacete de segurança caído no beiral restos de embalagem

detritos restos de embalagem detritos

telhas quebradas telhas quebradas

imagens do dia 19/07/2015

Acúmulo de detritos, resto de embalagens, pedaços de material da obra, telhas colocadas de forma incorreta, telhas quebradas, queda de material, garrafa pet continua presa no beiral da casa principal.

STATUS: FOI FEITA LIMPEZA TOTAL E OS DEVIDOS REPAROS

acúmulo de detritos acúmulo de detritos acúmulo de detritos e resto de embalagem

acúmulo de detritos acúmulo de detritos acúmulo de detritos

telhas colocadas de forma errada telhas colocadas de forma errada telha quebrada

acúmulo de detritos resto de embalagens acúmulo de detritos

acúmulo de detritos garrafa pet presa no beiral detritos

detritos detritos laje da varanda detritos laje da varanda

detritos laje varanda detritos laje varanda

imagem do dia 27/07/2015

Queda de detritos quebrou uma telha de amianto da garagem.

STATUS: SEM RESPOSTA

queda de detritos quebrou telha da garagem

imagens do dia 27/08/2015

Ventos fortes desde o início da manhã. muitos detritos, restos de embalagens de material, marmitex, embalagens de suco, caixas de papelão e pedaços de concreto caíram por todo o telhado e pelo quintal. Foi possível juntar quase um saco de lixo com tudo o que caiu trazido pelo vento e o que já ha caído durante os dias anteriores.

STATUS: SEM RESPOSTA

queda de material motivada por ventania forte queda de material motivada por ventania forte varrição pós ventania

varrição pós ventania varrição pós ventania

Última atualização em Sex, 14 de Outubro de 2016 20:33
 

Comentar

Por favor, use de polidez em seu comentário. Não utilize palavras ofensivas ou palavrões e seja bem vindo(a).


Código de segurança
Atualizar